Focado no Êxito

Muitos sonham em ser um expedicionário. É realmente um trabalho fantástico, desbravar para descobrir o novo, não ter rotina e enfrentar o que vier. Mas hoje, pelo menos pra mim, é um bom dia para refletir sobre os custos de sair de casa por meses focado no êxito absoluto. 

 

Em quantas datas festivas, como o Natal, eu não estive com minha família? Quantos aniversários no meio da Amazônia fiquei sozinho ou outros no Deserto do Jalapão em silêncio? Quantos sorrisos não compartilhados?  Quando um  ente querido se desliga desse plano, muitas vezes minha presença é faltosa e sua despedida particular simplesmente não acontece.

 

Não entenda que estou reclamando, mas quero mostrar que estou consciente dos custos dessas ações em minha vida. Isso se acumula em nossas almas, mas a natureza sutilmente nos reembolsa com a sua energia pura e leve.   

Se tivesse registrado em fotografias tudo que vi, provavelmente esse texto nem existiria. Os pores do sol, a fauna e flora tão exuberantes que acabam por humilhar o limitado poder descritivo das palavras dos homens. O tempo avança ligeiro sobre os meus delírios, já que de que tão grandes, não posso chamá-los de sonhos. Nas minhas costas, ouço o chiado dos grãos de areia escorregando pelo gargalho da ampulheta marcadora de passos. Mas relaxo e bem leve ando amparado por anjos de sorrisos fartos. 

 

As vezes reflito sobre como seria essas terras sem os trabalhadores verdadeiramente honestos que sustentam essa maldita pirâmide invertida que nos afunda nas areias da ampulheta que adorna a mesa dos escritório do diabo. Está tudo tão desfocado que até o sentido dessa estrofe se encaixa em um mundo onde o certo é o errado. Não sou político e abandonei em uma dessas estradas que percorri a minha essência técnica para me reconstruir brasileiro. 

 

Não estou cansado da aspereza das estradas ou do cotidiano desconfortável mas sim da covardia  dos corruptos que nos desamparam por migalhas. Andar por esse país nos leva a experimentar a dor dos outros e  por isso sinto orgulho de ser um expedicionário que não abraça a politica corrupta que viola o direito de tudo e todos. 

 

Venha! Eu afirmo que vale a pena, mas saiba que custa muito caro pro corpo e pra alma andar focado no êxito absoluto.        

 

Apoio:

A Expedição #100dias de Selva tem o apoio de Botas SnakeDiário do AçoTV Cultura Vale do Aço e agência de turismo O Giro

 

LEIA TAMBÉM: 

- Curso: Carnaval na Selva

- Mergulhando em Bodoquena - Por Fernando Lara

- Cachoeira das Fadas - Bodoquena

- Bodoquena é pra lá de Bonito

 

Please reload

Chegou o projeto V-ONÇA: ecoturismo de observação focado em onças-pintadas no Pantanal

June 6, 2017

1/8
Please reload

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© Todos os direitos reservados

cadastur-logo.png